Congregação das Irmãs Passionistas

Missão em Tonantins – AM

A alegria de se doar e deixar marcas na vida de tantas pessoas ,“graça das graças” .

Sobre a breve missão em Tonantins – AM

Quando a experiência transcende, faltam palavras e transborda o sentido de ser Consagrada Passionista em uma Igreja em saída.

A missão como “voluntária para a vida” aqui em Tonantins, me possibilitou experimentar a alegria profunda de ser parte de uma Igreja em saída, uma Igreja por vezes desorientada, com experiências vazias de sentido, mas que é e sempre será a Igreja que chega primeiro, que não recusa desafios e não se acomoda, quando a vida se faz ameaçada. Sou grata a Igreja, a Vida Consagrada do Brasil e as nossas Congregações que conosco, correram os riscos necessários, nessa opção de cuidar, curar e colocar a fé no fazer profissional de enfrentamento a COVID 19 que limita e tira a vida de tantas pessoas.

A cidade de Tonantins nos acolheu, as autoridades de saúde deram a sua contribuição que não é indiferente, mas foi a Igreja e a Vida Consagrada, de perto e de longe, que fizeram acontecer a missão desde os pequenos detalhes até o mais importante que foi a confiança das pessoas para fazerem o processo de cuidado, em tão pouco tempo.

O desejo de estar com as pessoas, de ser presença de esperança foi passando pela mente e pelo coração e de modo simples, fomos encontrando os caminhos também muito simples: visitas, pequenos encontros e logo já precisamos nos organizar no tempo para atendermos a demanda dos que foram indicados ou que espontaneamente nos procuravam. Este detalhe me faz compreender o sentido do testemunho dos missionários e consagrados que passaram por aqui. Pela força do testemunho de outros, as pessoas acreditaram tão rapidamente em nós. A todas (os) a nossa gratidão. O nosso obrigada de coração!

Para otimização do tempo e para garantir a privacidade das pessoas, o serviço de Psicologia foi realizado quase na totalidade, 8h por dia de segunda a sexta, em uma sala da Paróquia. Nos finais de semana as visitas domiciliares para atender especialmente os idosos e a escuta emergencial nas comunidades ribeirinhas mais distantes. Para a maioria das pessoas do município e algumas das comunidades que se desafiaram e enfrentaram semanalmente as longas viagens pelo Solimões e mais especificamente, as longas viagens da cabeça ao coração, foi possível um processo de acompanhamento psico-espiritual ou psicoterapia breve de 6 a 10 encontros focados na busca de sentido e de recursos pessoais e comunitários para o enfrentamento, sobretudo do medo, ressignificação dos acontecimentos e retorno ao “novo normal”.

Amanhã, 26 de setembro, iniciaremos nosso caminho de volta com o coração apertado, mas com a “graça das graças”  de poder silenciar, comtemplar a beleza singular da natureza, fazer memória das coisas que guardamos no coração, agradecer a Deus a saúde e a apresentar a Ele tantos nomes. Para as irmãs e irmãos, que têm a graça de ser missão, vale a Palavra do Mestre: “Vinde e Vede!”. Verdadeiramente, foi uma vivência de fé, de medo, de cuidado e esperança que não tem explicação.

 

Ir. Zirlaide Barreto Mendonça, Cp

Tonantins, 25 de setembro de 2020

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

Contatos

Província São Gabriel da Virgem Dolorosa

Rua Cônego Eugênio Leite, 845 Pinheiros – São Paulo/SP

(11) 3087.2400 | 3087.2406

provinciasaogabriel@gmail.com

Província Imaculado Coração de Maria

Rua Bom Jesus, 881 A Cabral - Curitiba/PR

(41) 3252.4663

secretaria.icm@passionista.com.br

Província Maria Rainha da Paz

Av. L2 sul, Q. 606, Conj. F CEP: 70200-660 – BRASILIA – DF

(61) 3443.5259 | 3443.5756

provinciamrp@gmail.com

X