Nossa Fundadora

Maria Madalena Frescobaldi, nasceu no dia 11 de novembro de 1771 em Florença – Itália é de uma nobre família.

Aos 19 anos casa-se com Pedro Roberto Capponi e da união nasce 3 meninas que prematuramente morrem antes mesmo de completarem um ano. Apenas o filho Gino sobrevive.

Além do sofrimento da perca das filhas, Madalena sofre com a invasão Napoleônica, sendo exilada para Áustria, onde conhece o grupo da Amizade Cristã.

Madalena, atenta a sua realidade, quando retorna da Áustria, começa ajudar os pobres e em especial as mulheres em situação de prostituição. Em 1806, movida pelo Espírito Santo, Madalena começa a visitar as mulheres que se encontram no hospital e descobre que a doença mais grave não é a do corpo, e sim da ignorância, que faz com que seus corpos não sejam valorizados.

Madalena, se aproxima com misericórdia das necessidades de cada mulher, acolhendo-as em sua casa, instruindo, com doçura e firmeza. Fala-lhes de um Homem, Crucificado e morto por elas, que deu sua Vida por Amor.

Suas palavras, seu exemplo e espiritualidade chegam ao coração das mulheres, que compreendem o quanto suas vidas são importantes.

Algumas mulheres desejosas de abandonar a vida de prostituição, querem unir-se mais a Deus, assim em 1815 nasce o Retiro das Ancillas da Paixão. Em 1830 são escritas as primeiras regras do Instituto, hoje Irmãs Passionistas de São Paulo da Cruz. O Instituto além de ter jovens convertidas, recebia jovens vindas de famílias, que também desejam consagrar suas vidas a Deus. Mas, não há diferença; é uma só comunidade, um só coração, uma só alma e uma só vontade na caridade recíproca.

Em 8 de abril de 1839, Madalena volta ao seio do Pai.
Ela bem sabe das nossas necessidades, pois, como leiga viveu sua vocação de cristã, intensamente, na vivência dos sacramentos e mandamentos. Como esposa, foi fiel, companheira até o fim.

Como mãe, soube acolher a cada filho que gerou e a cada dor da perca das suas 3 filhas; e inspirada pelo Espírito Santo, aberta e atenta aos apelos de Deus foi ao encontro dos mais necessitados. Na ocasião, mulheres que viviam marginalizadas, na prostituição, enfermas… Ela as acolheu e ajudou a fazer um caminho de mudança de vida. Seus ensinamentos sobre a Paixão de Jesus e as dores de Maria, o imenso amor que Deus tem para cada um/a de nós, independente de nossa condição, é tão infinito que, se nos permitirmos podemos mudar de vida.

A Serva de Deus Maria Madalena é para nós modelo de uma vida doada, de superação, de experiência do infinito amor de Deus. Por isso, junte-se a nós e peça a sua intercessão, de mulher, mãe, esposa e cristã leiga. Que ela apresente a Jesus, nossos pedidos.

Peçamos a intercessão da Serva de Deus Maria Madalena Frescobaldi.