Ato de Reparação

Tem misericórdia para com todos … Senhor, amante da vida!

Somos todos irmãos e este deve bastar, para que a nossa vida seja marcada por uma convivência não só pacífica, tolerante, mas também alegre, criativa, bonita. No entanto, esta não é a realidade em que vivemos. A notícia de guerras, assassinatos, violência, exploração, falta de sentimento de esperança nos levam ao desânimo, medo, fechamento em nós mesmos. Este não é o plano de Deus sobre nós e, embora tenhamos nos afastado dele, o seu amor continua a olhar e propor a sua misericórdia como um remédio para o nosso sofrimento.

Queremos reparar:

Todas as ações que atentam contra a vida de nossos irmãos;

Nossa tendência a discriminar as pessoas que não pensam como nós;

A nossa ingratidão para com Deus, que nos deu a vida com todos os seus dons.

Compromisso de vida:

Hoje vou dedicar cinco minutos do dia para ler e refletir sobre essa passagem e tentar vivê-la durante a semana, comprometendo-me a acolher com paz a diversidade de pessoas que vivem comigo:

Sabedoria 11, 22-26

Diante de vós o mundo inteiro é como um nada, que faz pender a balança, ou como uma gota de orvalho, que desce de madrugada sobre a terra. Tendes compaixão de todos, porque vós podeis tudo; e para que se arrependam, fechais os olhos aos pecados dos homens. Porque amais tudo que existe, e não odiais nada do que fizestes, porquanto, se o odiásseis, não o teríeis feito de modo algum. Como poderia subsistir qualquer coisa, se não o tivésseis querido, e conservar a existência, se por vós não tivesse sido chamada? Mas poupais todos os seres, porque todos são vossos, ó Senhor, que amais a vida.

Fonte: Passioniste – traduzida

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.